Herodes - o Rei Fantoche

A história se repete. Herodes era um rei fantoche, um lambe botas do império romano. 
João Batista o confrontou e acabou com sua cabeça em um prato. 
Bem que Herodes tentou comprá-lo com presentes, mas o último dos profetas daquela leva não se deixou vender
O Brasil carece de profetas que não se vendam, mas que apontem o dedo na cara de Herodes, e denunciem sua política de entreguismo e subserviência ao império norte-americano.

Charles Fox Parham - fundador do pentecostalismo fazia parte da KU KLUX KLAN

Cuidado com os pastores pseudo conservadores que estão adotando o discurso de ódio que está assolando a nossa nação.
Não passam de lobos em pele de cordeiro.

Qual é mesmo o nome e a origem da sua igreja? 
O Pastor Charles Fox Parham é tido merecidamente, como o fundador do pentecostalismo. Foi ele o fundador das "Assemblies of God", que aqui no Brasil, tomou o nome de "Assembléias de Deus". Atualmente e desde muitos anos, a maior denominação protestante aqui. O Pastor Charles Fox Parham, dizia receber os dons do espírito santo. Falava "em línguas", Desde a adolescência, era Pastor. Na verdade, ele foi o primeiro Pastor pentecostal. Religião à parte, Parham era racista declarado e militante. Odiava negros e tudo o que não fosse da suprema raça ariana. Pertencia à KKK (Ku Klux Klan), desde tenra idade. Em 1910, enquanto fundava o pentecostalismo, tinha lugar de destaque na Ku Klux Klan. Este Pastor, foi preso após ter violentado sexualmente um garoto. Como era poderoso, na KKK, soltaram-no logo. Numa hora, bradava no púlpito contra a imoralidade. Noutra, praticava sodomia. Enquanto isto, milhões acreditavam em suas pregações. O Pastor Parham acreditava e pregava, que a cura milagrosa de doenças era um direito natural dos seguidores da palavra de Deus.



Bíblia prova que cidade perdida de Atlântida está em Israel, afirma pesquisador


O pesquisador da bíblia e escritor Ryan Pitterson acredita que a cidade afundada de Atlântida nunca desapareceu e que seus destroços ainda podem ser encontrados na Terra Santa.
Focado no pensamento e teologia hebraicos antigos, o escritor alega que há certas ligações entre a narrativa de Platão sobre a cidade perdida de Atlântida e as histórias dos gigantes bíblicos conhecidos como os nefilins.
Os nefilins eram descendentes da relação entre os "filhos de Deus" e as "filhas dos homens", o que significa que eram criaturas metade humanas e metade angelicais.
Descrita pelo antigo filósofo grego Platão em aproximadamente 350 a.C., a Atlântida era uma ilha mítica que, devido a um desastre natural devastador, acabou afundando em algum lugar do mar Mediterrâneo ou do oceano Atlântico.
Durante uma entrevista, Pitterson, que escreveu o livro "Julgamento dos Nefilins", garantiu que a história dos nefilins coincide com a do deus grego Poseidon, que alegadamente teve filhos com uma mulher humana em Atlântida.
"Um exemplo que realmente se destacou para mim foi a descrição da Atlântida de Platão. É quase notável como é semelhante a Ezequiel 31, que descreve a ascensão deste anjo caído procriando com muitos filhos e tendo um reino com uma abundância de recursos e rios, bem como um poder militar e, em seguida, isso se ter desmoronado. No relato de Platão, foi o deus grego Poseidon quem se apaixonou por uma mulher humana e a engravidou", disse o escritor.
Para o escritor, a descrição por Platão da cidade perdida corresponde aos registros bíblicos da misteriosa estrutura circular de pedra Galgal Refaim ("círculo de gigantes", em referência a uma raça bíblica de gigantes), que foi construída em cerca de 3000 a.C. e é mais conhecida como "Stonehenge do Oriente Médio".
A Atlântida de Platão também é considerada como tendo sido construída em círculos concêntricos com água correndo através da cidade.
"Assim, desde o início, isso foi um deus vindo para um reino terrestre e concebendo um filho com uma mulher humana da mesma forma que em Gênesis 6. A Atlântida é descrita como tendo todos os tipos de grandes minerais — ouro, minerais preciosos — e em um relato bíblico, em Gênesis 2, nos dizem que os rios que saíam do Jardim do Éden englobavam toda a linha de Ávila", explicou Pitterson.
FONTE: SPUTINIK