Plágio e racismo nos Escritos de Ellen White - A "profetiza" do adventismo

Estudo elaborado por Willian Comenale, adventista por 20 anos e líder por 18 anos.

Tenho absoluta certeza que nem todos desprenderão tempo para ler até o final por motivos óbvios que não há necessidade de expor aqui.

De qualquer maneira peço para aqueles que irão desprender o seu tempo para ler o material, que o façam desprendidos de qualquer pré-conceito estabelecido. 

Se atentem somente para a matéria e suas fontes, pois são elas que realmente contam num momento como este.

Sei que é muito ruim sentir o “chão se abrir” diante de tanta convicção que agora proponho a vocês.

Teria muito, mas muito mais informações a respeito dos plágios de Ellen White, só aproximadamente 10% de todo o material está sendo mostrado aqui para não deixar o material muito extenso dei uma resumida nele.

Leiam e tirem suas próprias conclusões.

Ellen White afirma que seus escritos foram dados diretamente por Deus.

”Nestas cartas que eu escrevo e nos testemunhos, eu sustento: Eu estou lhe apresentando o que o Senhor me apresentou. Eu não escrevo um artigo no jornal (revista) expressando meramente as minhas próprias idéias. É o que Deus me revelou em visão. — os preciosos raios de luz vindos do trono de Deus.” Testimonies for the Church Volume Five (1882-1889), page 67, paragraph 2

”Nunca escrevi um artigo que expressasse simplesmente minhas idéias. Meus escritos são o que Deus tem revelado em visão e preciosos rios de luz partem brilhando do seu trono.” (Mensagens escolhidas, vol. I, pág. 29, par. 4 – Citando “The Testemonies, pág. 67, vol. 5”)

Porém muitos de seus escritos tem textos de autores como: John Harris, William Hanna, Alfred Ederrsheim, Daniel march, Cunningham Geikie, James Aitke, Wyllie, William Miller, Hannah Smith, Almou Underwood, Eduard Kirk, William M.Tayllor, Uriah Smith, Fannie Bolton, Mirian Davis, Sarah Peck, Mary Steward e Mary H.Crisler.

[00:21, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Em 1867, Ellen G. White disse: 

”Ainda que eu dependa do Espírito do Senhor tanto para escrever minhas visões como para recebê-las, as palavras que emprego para descrever o que tenho visto são minhas.” 

22 Em 1876, haveria de dizer: 

”Em tempos antigos, Deus falou aos homens por boca dos profetas e dos apóstolos. Nestes tempos, fala-lhes por meio dos Testemunhos de seu Espírito.”
[00:22, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Colocando a seus escritos em um nível mais e mais elevado, disse, em 1882: 

”Se vós diminuís a confiança do povo de Deus nos testemunhos que Ele vos tem enviado, estão rebelando-se contra Deus tão certamente como o fizeram Coré, Datã e Abirã.”  

Com o correr do tempo, estas afirmações cresceram até que ela foi capaz de se exceder a si mesma (1882): 

”Quando fui ao Colorado, senti tal responsabilidade por vós que, em minha debilidade, escrevi muitas páginas para que fossem lidas na reunião ao ar livre [reunião campal]. Débil e trêmula, levantei-me às três da manhã para vos escrever. Deus estava falando através da argila. Vós podereis dizer que esta comunicação era somente uma carta. Sim, era uma carta, porém inspirada pelo Espírito de Deus, para por diante de vossas mentes as coisas que me haviam sido mostradas. Nestas cartas que vos escrevo, nos testemunhos que transmito, apresento-vos o que o Senhor me tem apresentado. Eu não escrevo nem um artigo no periódico expressando somente minhas próprias idéias. Elas são o que Deus tem aberto diante de mim em visão – preciosos raios de luz que brilham desde o trono.”
[00:22, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: PLÁGIOS E OUTROS PROBLEMAS NOS ESCRITOS DE ELLENG WHITE

Se você permitir que a verdade o procure, ela o achará.

Livro “101 RESPOSTAS A PERGUNTAS DO DR. FORD”, impresso pela Casa Publicadora Brasileira, página 84 podemos ler:

“É fato que Ellen White verdadeiramente usou obras de outros autores até certo ponto, enquanto empenhada em seus escritos, mas não há nenhuma evidência de intenção de fraude por parte dela, nem há evidência de que qualquer outro autor fosse alguma vez privado de seus legítimos benefícios por causa das atividades dela. Nenhum editor ou autor em qualquer terra já processou ou ameaçou processar Ellen White sob a alegação de que direitos autorais ou editoriais houvessem sido infringidos.”

Ellen White verdadeiramente usou obras de outros autores até certo ponto  - 
isto não é verdade, pois colocarei aqui muitos usos de textos de outros autores.

não há nenhuma evidência de intenção de fraude por parte dela  - 
bom, pelo número de textos usados de outros autores, vocês mesmos poderão decidir se houve ou não houve intenção de fraude.

Nenhum editor ou autor em qualquer terra já processou ou ameaçou processar Ellen White sob a alegação de que direitos autorais ou editoriais houvessem sido infringidos.
bom como eu já disse aqui neste grupo, o fato de não ter sido condenada, não retira dela o fato de ter plagiado textos de outros autores.
[00:22, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Livro “101 RESPOSTAS A PERGUNTAS DO DR. FORD”, impresso pela Casa Publicadora Brasileira

"O uso dos escritos de Smith por Ellen White é típico do modo como ela, usava outros autores ou há exemplos de cópia mais próxima, palavra por palavra, possivelmente sentenças por sentenças inteiras? O uso dos escritos de Smith por Ellen White era bem típico do seu modo de fazer empréstimos literários. Há contudo alguns casos de cópia ou dependência muito próxima."

era bem típico do seu modo de fazer empréstimos
Empréstimo entenda-se o autor autorizou, porém foi tomado sem autorização e dito que foi Deus quem inspirou.
[00:22, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: VAMOS AOS TEXTOS COPIADOS.

De O Grande Professor, John Harris:

“... Ele veio e estabeleceu Seu tabernáculo no meio do acampamento humano, armou Sua tenda lado a lado com as nossas tendas, para atestar a presença de Deus, para nos tornar familiares ao Seu caráter e sensíveis ao Seu amor.”

De O Desejado de Todas as Nações, 1898, da Srª. White:

“Assim Cristo estabeleceu Seu tabernáculo no meio do acampamento humano. Ele armou Sua tenda ao lado das dos homens, morou entre nós e nos familiarizou com seu divino caráter e vida”.
[00:22, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: De um anônimo, conforme edição de Rewiew and Herald, 1871:

“A maior necessidade desta época são homens, homens que não se vendem, homens que sejam honestos, homens sãos de dentro para fora, verdadeiros de coração, homens que condenam o erro no amigo ou no inimigo, em si como nos outros, homens cujas consciências são tão fiéis como a bússola o é ao pólo.”

Em education, Ed. 1903, o trecho aparece como obra prima da pena “inspirada” de Ellen White:

“A maior necessidade do mundo é de homens, homens que não se compram nem se vendem, homens que em suas vidas sejam verdadeiros e honestos, e que não tenham medo de chamar o pecado pelo seu próprio nome, homens cuja consciência seja tão leal para com o dever como a bússola o é ao pólo.”
[00:22, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: De A Casa de Nosso Pai, 1871, de Daniel March:

“A águia dos Alpes é às vezes abaixada pela tempestade para dentro do desfiladeiro estreito das montanhas. As nuvens escuras e massas tormentosas passam entre a ave poderosa e as alturas ensolaradas onde ela constrói seu ninho e descansa em pleno dia. Por um tempo, ela corre para lá e para cá batendo a tempestade com as suas asas fortes e provocando os ecos da montanha com seu grito selvagem, procurando em vão alguma saída de sua prisão escura e de paredes altas.”

De Education de Ellen White:

“A águia dos Alpes é às vezes abaixada pela tempestade para os desfiladeiros estreitos das montanhas. Nuvens tempestuosas fecham essa ave poderosa da floresta em suas massas escuras, separando-a das alturas ensoladas onde ela faz seu lar. Seus esforços para escapar parecem infrutíferos. Ela corre para lá e para cá, batendo o ar com suas asas fortes e provocando os ecos montanhosos com seus gritos.”
[00:23, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: ATÉ MESMO TÍTULOS DE CAPÍTULOS FORAM PLAGIADOS.

História da Bíblia de Alfred Edermeim, 1876-1880: 

Criation, The Flood, The Calling of Abram, Destruction of Sodom, The Mariage of Isac, The Miraculous Fall of Jericho, (Criação, O Dilúvio, O Chamado de Abrão, Destruição de Sodoma, O Casamento de Isaque, A Queda Milagrosa de Jericó,) 

Patriarcas e Profetas, edição em inglês, 1958: 

The Creation, The Flood, The Call of Abraham, Destruction of Sodom, The Marriage of Isac, The Death of Saul, The Fall of Jericho, The Anointing of David (A Criação, O Dilúvio, O Chamado de Abraão, Destruição de Sodoma, O Casamento de Isac, A Morte de Saul, A Queda de Jericó, A Unção de David)
[00:23, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: ATÉ FIGURAS FORAM SUBTRAÍDAS

Livro copiado: A História do Protestantismo de J. A. Wylie 

Livro inserido: O Grande Conflito, edição em inglês, impressa em Oakland, Califórnia, 1886.
[00:23, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: O LIVRO O GRANDE CONFLITO

Sylvester Bliss em 1853, havia escrito um livro intitulado Memoirs of William Miller (Memórias de William Miller). James White, marido de Ellen White também publicou dois livros. Life Incidents in Connection with the Great Advent Movement as mustrated by the Three Angels of Revelation XIV (Incidentes de vida em conexão com o Grande Movimento do Advento, conforme ilustrado pelos Três Anjos da Revelação XIV) e Sketches of the Cristian life and Public Labors of Wllliam Miller; Gathered from his Memoirs by the Late Sylvester Bliss, and from Other Sources. (Esboços da vida Cristiana e Trabalhos Públicos de Wllliam Miller; Reunidos de suas Memórias pelo Late Sylvester Bliss e de outras fontes.

Depois da morte de James White, o que ocorreu em 1881, os livros foram reimpressos, não sob o nome dele, mas com a autoria de Ellen White, e sob o título de The Great Controversy (O Grande Conflito).

Durante muitos anos achei que estava lendo informações dadas por Deus, mas na verdade eu estava enganado, porque o que eu tinha diante de mim, era, na sua quase totalidade, de autoria de Sylvester Bliss, J. N. Andrews e Uriah Smith.
[00:23, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: REVISTA MINISTRY/7

Citação de o Time da revista Ministry/7, um órgão oficial da Igreja Adventista para os seus ministros:

"O mais chocante de tudo: ela usava as palavras de autores anteriores como se fossem as palavras que ela escutava quando em visão. Em alguns casos, ela usa as palavras de autores do século dezenove como se fossem de Cristo ou de um guia celestial."
[00:23, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

W.W.Prescott foi professor de Bíblia, editor e colaborador de Ellen White. 

Note o que ele disse:

“Parece-me que uma grande responsabilidade repousa sobre aqueles que sabem que há sérios erros em nossos livros autorizados, e todavia não fazem nenhum esforço especial para corrigi-los” (Willian W.Prescott para W.C.White, 06.04.1915).
[00:23, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Willard A.Colcord foi ministro, editor e secretário de liberdade religiosa da Conferência Geral.

Veja só o que ele disse:

“O uso de abundante material escrito por outros nos escritos da irmã White, sem referências e créditos, tem trazido para ela e seus escritos uma série de dificuldades” (Carta de Willard A.Colcord, 23.02.1912).
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Camden Lacey, professor de Bíblia ministro e amigo pessoal da família White, assim se expressou certa ocasião:

“Miriam Davis estava encarregada da preparação de O Desejado de todas as Nações... e ela juntava o seu material de várias fontes disponíveis... Ela estava grandemente preocupada em encontrar material apropriado" (H. Camden to Leroy E. Froom, 11.08.1945; H. Camden Lacey to Arthur V. Spalding, 03.06.1947).
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

John H.Kellog, escritor, professor, amigo pessoal da família White falou assim:

"Eu não acredito e nunca acreditei na sua infalibilidade. Eu lhe disse oito anos atrás que algumas das coisas que ela me enviou como testemunhos não eram verdadeiras, não estavam em harmonia com os fatos, e ela mesma o constatou. Eu conheço pessoas que vão à irmã White com algum plano ou esquema que eles desejam executar com o seu endosso, e ela se levanta e diz: “O Senhor tem falado.” E eu sei que se trata de fraude, e que está tirando vantagem do espírito e da consciência do povo. ..eu não simpatizo com isso, e o disse a W. C. White, no passado" (An Authentic Interview, 07.10.1907).
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Arthur G. Daniels foi presidente da Conferência Geral de 1912 até 1922. São suas as palavras abaixo, acerca do livro A Vida de Paulo, atribuído a Ellen White:

"Agora você conhece alguma coisa a respeito do pequeno livro A Vida de Paulo. Nunca podemos reivindicar inspiração em todo o pensamento e composição do livro. Não foram dados os créditos aos próprios autores. Pessoalmente, isto nunca abalou minha fé, mas há pessoas que têm sido grandemente prejudicadas por isto. .." (Spectrum 10, nº.1, Maio 1979).
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

John N. Andrews Um dos fundadores da igreja; escritor estudioso; editor. Contemporâneo de Ellen White, era seu amigo e ajudante. Algumas de suas idéias e palavras eram incluídas no material impresso à medida que ela formulava sua teologia. 

J. N. Andrews, que estava em Battle Creek nesse tempo, estava muito interessado. 

”Depois de uma das reuniões, disse-lhe a ela que algumas das coisas que ela tinha dito se pareciam muito a um livro que ele tinha lido. Depois lhe perguntou se tinha lido Paradise Lost (O Paraíso Perdido)... Alguns dias mais tarde, o Ancião Andrews foi à casa dela com uma cópia de Paradise Lost e se a ofereceu.”
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Uriah Smith Editor da Review durante o tempo de Ellen White; amigo pessoal dos White; escritor cujo material encontrou o caminho para a teologia de Ellen em vários de seus livros. 

”Parece-me que os depoimentos, virtualmente, adquiriram uma forma tal que é inútil tratar de defender as enormes afirmações que agora se fazem.”
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

George B. Starr Evangelista, ministro, mestre, administrador. Acompanhou Ellen White à Austrália, e sempre defendeu seus escritos e sua reputação. 

Expressadas por eles "...Se todos os irmãos estivessem dispostos a pesquisar este assunto honesta e amplamente, creio que se poderia encontrar algum terreno comum consistente, sobre o qual pudessem sustentar-se todos. Mas alguns extremistas são tão dogmáticos e renitentes que suponho que qualquer esforço nesse sentido só conduziria a uma ruptura no corpo.”

”Ao sair de minha habitação, passei frente à porta da habitação da Irmã White, e como a porta estava aberta, ela me viu e chamou-me a sua habitação, dizendo: "Estou em problemas, Irmão Starr, e gostaria de falar com você." Perguntei-lhe qual era a natureza de seu problema, e ela contestou: "Meus escritos, e Fannie Bolton."
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Fannie Bolton Ajudante editorial de Ellen White na Austrália. Com freqüência aplaudida por sua capacidade editorial e de redação. Despedida por Ellen. 

"Por anos, tratei de harmonizar o que me parecia uma inconsistência no trabalho com uma máxima literária mundana que requer que um autor reconheça a seus editores e dê crédito por todas as obras que cita. Ao argumentar que Ellen G. White não estava ciente a respeito deste assunto, cri que eu defendia um princípio de justiça ordinária e honestidade literária, e me considerei uma mártir por amor à verdade.
[00:24, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Merritt G. Kellogg Amigo dos White; meio irmão de John Harvey Kellogg; provavelmente o primeiro Adventista que chegou a Califórnia e celebrou reuniões evangelísticas. 

”Em 1894 [na Austrália], a Sra. White me disse que Marian Davis e Fanny Bolton estiveram encarregadas de escrever The Great Controversy (O Grande Conflito) e prepará-lo para ser publicado. Disse-me, ademais, que estas senhoritas eram responsáveis de certas coisas que foram incluídas nesse livro na forma em que o foram ... A Sra. White não me disse exatamente que tinha sido mau o que haviam feito as senhoritas. Suponho que a razão de que me falasse do tema era o fato de que Fanny Bolton tinha vindo ver-me... Disse-lhe só o que Fanny me tinha dito... "Agora", disse a Sra. White com algum calor, "Fanny Bolton nunca escreverá nem uma só linha mais para mim..." Desde esse dia até hoje, meus olhos permaneceram abertos.”
[00:25, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

John Harvey Kellogg Cirurgião, inventor, defensor da saúde escritor, conferencista, mestre, homem de negócios. Amigo pessoal dos White por longo tempo. 

"Não creio em sua infalibilidade, e nunca cri. Faz oito anos, disse-lhe cara a cara que algumas das coisas que me tinha escrito como depoimentos não eram verdadeiras, que não estavam em harmonia com os fatos, e que ela mesma o tinha averiguado. Tenho uma carta dela na qual explica como é que me enviou certas coisas... Sei que as pessoas vão ver a Sra. White com algum plano ou projeto que desejam levar adiante com sua aprovação, e levantam-se e dizem: "O Senhor falou." E sei que isso é fraude, aproveitar-se injustamente das mentes e consciências das pessoas... eu não simpatizo com isso, e disse-o a W. C. White faz muito tempo."
[00:25, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Mary Clough Sobrinha; filha de Caroline, uma das irmãs de Ellen White. Ainda que ela mesma não fosse Adventista, foi durante um tempo assistente literária, agente de publicidade, e ajudante nos escritos de White. Despedida por Ellen. [George B. Starr citando a Ellen White]:

"Quero contar-lhe uma visão que tive como às 2h da manhã... Apareceu sobre mim uma carruagem de ouro com cavalos de prata, e Jesus estava sentado na carruagem em sua real majestade. Eu fiquei profundamente impressionada com a glória desta visão... Depois vieram as palavras como trovões sobre as nuvens, desde a carruagem e os lábios de Jesus: "Fannie Bolton é tua adversária"!..."Tive esta mesma visão faz cerca de sete anos, quando minha sobrinha, Mary Clough, aparecia em meus escritos.”
[00:25, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

George W. Amadon Serviu por cinquenta anos em várias posições na Review and Herald Publishing Association, e na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em três cidades. Amigo dos White. 

"Eu sabia que grande parte dele ["How to Live"] tinha sido tomado emprestado.... [Em relação com "Sketches from the Life of Paul"] Disse que a Irmã White nunca escreve os prefácios a seus livros; sucede que eu sei que outras pessoas os escrevem; e disse que se tinha declarado formalmente no prefácio do livro que essas coisas tinham sido tomadas de outras obras, que o que se tinha copiado palavra por palavra deveria estar entre aspas, ou num tipo de letra menor, ou em pés de página, ou algo assim, como os impressores o fazem geralmente.... Ela nunca lê as provas.... A Irmã White nunca se sentava no Escritório para ler as provas corretamente... Você sabe tão bem como eu como se manejavam seus escritos nos dias do Ancião Tiago White."
[00:25, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Arthur G. Daniels Ministro, administrador; notável como um dos dirigentes mais fortes da Igreja Adventista do Sétimo Dia; presidente da Conferência Geral desde 1901 até 1922. Amigo pessoal próximo dos White na Austrália. 

"Agora vocês sabem algo a respeito de esse livreto, "The Life of Paul." Conhecem a dificuldade que tivemos com isso. Nunca poderíamos alegar inspiração no pensamento inteiro e a composição do livro porque tinha sido jogado a um lado por ter sido mal armado. Não se lhes tinham dado crédito às autoridades adequadas, e um pouco disso se tinha colado em "The Great Controversy (O Grande Conflito)" – a falta de crédito..."
[00:25, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Benjamin L. House Professor de religião na escola superior; esteve presente na Conferência Bíblica de 1919. 

"Mas, parece-me que livros como "Sketches [from] the Life of Paul", "Desire of Ages", e Great Controversy (O Grande Conflito)" eram compostos de maneira diferente, ainda por suas secretárias, que os nove tomos dos Testemunhos."
[00:25, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

W. W. Prescott um dos grandes educadores do Adventismo; erudito bíblico; editor da Review; fundador de duas escolas superiores, presidente de três. Ajudou a corrigir, e contribuiu com material para os livros de Ellen G. White. 

"Parece-me que uma grande responsabilidade descansa sobre aqueles de nós que sabem que há sérios erros em nossos livros autorizados e, no entanto, não fazem nenhum esforço especial para corrigi-los. O povo e a média de nossos ministros confiam em nós para que lhes proporcionemos declarações dignas de confiança, e usam nossos livros como autoridade suficiente em seus sermões, mas lhes deixamos continuar ano após ano afirmando coisas que sabemos não serem verdadeiras... Parece-me que se praticou o que equivale a um engano, ainda que provavelmente sem intenção, ao confeccionar alguns dos livros dela, e que não se fez nenhum esforço sério para desabusar as mentes das pessoas."
[00:25, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

Willard A. Colcord Ministro, editor, secretário de liberdade religiosa na Conferência Geral. 

"Este uso de tanto material escrito por outros nos livros da Irmã White, sem aspas nem crédito, colocou-os, a ela e a seus escritos, em muitos problemas. Um dos principais propósitos na mais recente revisão de "Great Controversy (O Grande Conflito)" foi o de corrigir questões desta classe; e uma das principais razões pelas quais "Sketches from the Life of Paul" (Esboços da Vida de Paulo) nunca se reimprimiu foi pelos sérios defeitos do livro sobre esta base.”
[00:26, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: OS PIONEIROS E SUAS ADVERTÊNCIAS

H. Camden Lacey Professor de Bíblia e idiomas bíblicos em cinco escolas superiores Adventistas; ministro. Amigo pessoal dos White. 

"Ellen G. White confiou a Marian Davis a preparação de "Desire of Ages" e... ela reuniu seu material de todas as fontes possíveis... Preocupou-se muito por encontrar material adequado para o primeiro capítulo (e outros capítulos também) e eu fazia o que podia para ajudar-lhe; tenho boas razões para crer que ela também apelava com freqüência ao Professor Prescott para pedir ajuda similar, e recebia-a, numa medida muito mais rica e abundante do que eu poderia explicar."
[00:26, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS ADVERTÊNCIAS

Jonathan M. Butler, "The World of E. G. White and the End of the World" [O Mundo de E. G. White e o Fim do Mundo], Spectrum 10, nº. 2 (Agosto 1979): 2-13. Também, Donald R. McAdams expandiu este tema na reunião do Comitê Glendale Sobre As Fontes de EGW, que se levou a cabo o 28-29 de Janeiro de 1980. W. C. White, citado por Robert W. Olson e Ronald D. Graybill. Fitas gravadas de um seminário no Southern Missionary College no outono de 1980.

”É claro, assim mesmo, que as circunstâncias, seus sócios e os escritores religiosos dos quais extraiu material (copiando, parafraseando ou de alguma outra forma) efetivamente influíram em Ellen.”
[00:26, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS ADVERTÊNCIAS

W. C. White, citado por Robert W. Olson e Ronald D. Graybill. Fitas gravadas de um seminário no Southern Missionary College no outono de 1980. De W. C. White para o Comitê da Conferência Geral, 3 de Outubro de 1921.

”Agora se aceitou que Ellen recebeu muita mais ajuda do que se lhes fez crer aos membros da Igreja Adventista, e que seus ajudantes efetivamente tinham muita liberdade para selecionar e arrumar material e para sua edição final. Também, além dos ajudantes editoriais, que são bastante conhecidos - Marian Davis, Clarence C. Crisler, Doures E. Robinson, Mary Steward, Fannie Bolton, Mary H. Crisler, Sarah Peck, Maggie Hare, e H. Camden Lacey - uma publicação posterior de Willie White chama o atendimento a outros menos conhecidos: "Desde 1860 em diante, alguns dos manuscritos dela destinados para serem publicados, e alguns de seus depoimentos, foram copiados por membros de sua família." Depois mencionou copistas como Lucinda Abbey Hall, Adelia Patten Van Horn, Anna Driscoll Loughborough, Addie Howe Cogshall, Annie Hale Royce, Emma Sturgis Prescott, Mary Clough Watson, e a Sra. J. L. Ings. Pode muito bem ter tido outros.”
[00:26, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS ADVERTÊNCIAS

John Harvey Kellogg, "An Authentic Interview.... o 7 de Outubro de ...

”Ellen não tinha a última palavra no que se escrevia e nem sempre a tinha também no que se publicava. Ainda que se pudesse provar que ela estava "sempre no controle", isso não esclareceria as questões éticas.”
[00:26, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS ADVERTÊNCIAS

Linden, Winslow, Teesdale,

”Nem todos os primeiros pais e obreiros da Igreja Adventista do Sétimo Dia aceitavam ou criam que tudo o que Ellen escrevia vinha de Deus e era sempre inspirado. Para eles, a autoridade dela não era final.”
[00:26, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Exemplos de como E. G. White copiou Patriarchs and Prophets de Bible History, Old Testament, Vols. 1-4 (Patriarcas e Profetas de História da Bíblia, Antigo Testamento), de Edersheim.

Livros escritos por Ellen White: Patriarchs and Prophets Mountain View, California, Pacific Press (1890, 1913).

Fonte que utilizou: Edersheim, Alfred Bible History: Old Testament, vols. 1-4. (1876-1880) Reimpresión Grand Rapids por Eerdmans 1949. March, Daniel Night Scenes in the Bible Philadephia, Zeigler, McCurdy, (1868-1870).

Página na edição de 1958 (White) 

33 Por que Se Permitiu o Pecado?
44 A criação
52 A Tentação e a Queda
63 O Plano de Redenção
71 Caim e Abel Provados
80 Set e Enoque
90 O Dilúvio
105 Depois do Dilúvio
111 A Semana Literal
117 A Torre de Babel
125 O Chamado de Abraham
132 Abraham em Canaã
145 A Prova da Fé
156 Destruição de Sodoma
171 O Casamento de Isaac
177 Jacob e Esaú
183 Evasão e Exílio de Jacob
195 A Noite de Luta
204 O Regresso a Canaã
213 José em Egito
224 José e Seus Irmãos

Página no tomo 1 (Edersheim)

11 Introdução
17 Criação
17 A Queda
23 Caim e Abel - As Duas Maneiras
23 Set e seus Descendentes
44 O Dilúvio
51 Depois do Dilúvio
57 Babel - Confusão de Línguas
72 O Chamado de Abram
72 Sua Chegada a Canaã
97 Prova da Fé de Abraham
88 A Destruição de Sodoma
106 O Casamento de Isaac
106 Nascimento de Esaú e Jacob
115 Jacob É Enviado a Labão
132 A Noite de Luta
132 Jacob Se Instala em Hebrom
142 Os Primeiros Anos da Vida de José
161 José Reconhece a Seus Irmãos
[00:26, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Exemplos de como E. G. White copiou Patriarchs and Prophets de Bible History, Old Testament, Vols. 1-4 (Patriarcas e Profetas de História da Bíblia, Antigo Testamento), de Edersheim.

Livros escritos por Ellen White: Patriarchs and Prophets Mountain View, California, Pacific Press (1890, 1913).

Fonte que utilizou: Edersheim, Alfred Bible History: Old Testament, vols. 1-4. (1876-1880) Reimpresión Grand Rapids por Eerdmans 1949. March, Daniel Night Scenes in the Bible Philadephia, Zeigler, McCurdy, (1868-1870).

Página na edição de 1958 (White)

241 Moisés
257 As Pragas de Egito
273 A Páscoa
281 O Êxodo
291 Desde o Mar Vermelho Até Sinai
303 A Lei Dada a Israel
315 Idolatria em Sinai
331 A Inimizade de Satanás Contra a Lei
343 O Tabernáculo e
359 O Pecado de Nadabe e Abiu
395 A Rebelião de Coré
363 A lei e os pactos
374 Desde Sinai Até Cades
387 Os Doze Espiões
406 No Deserto
411 A Rocha Golpeada
422 A Viagem Ao redor de Edom
433 A Conquista de Basã

Página no tomo 2 (Edersheim)

35 Nascimento e Adestramento de Moisés
63 As Dez "Calamidades" ou Pragas
78 A Páscoa e Suas Ordenanças
78 Os Filhos de Israel Saem de Egito
89 O Deserto de Sul
105 As "Dez Palavras", e Seu Significado.
121 O Pecado do Bezerro de Ouro
133 A Ereção do Tabernáculo e Seus Serviços
137 O Pecado de Nadabe e Abiu
171 A Negação de Coré 
114 Ordenanças Civis e Sociais - O "Pacto Feito Por Meio de Sacrifício"
156 [Marcha Para o Deserto]
163 Os Espiões Enviados a Canaã
171 Os Anos no Deserto
184 O Pecado de Moisés e Aarão
193 Viagem dos Filhos de Israel na Terra de Edom
[00:27, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Exemplos de como E. G. White copiou Patriarchs and Prophets de Bible History, Old Testament, Vols. 1-4 (Patriarcas e Profetas de História da Bíblia, Antigo Testamento), de Edersheim.

Livros escritos por Ellen White: Patriarchs and Prophets Mountain View, California, Pacific Press (1890, 1913).

Fonte que utilizou: Edersheim, Alfred Bible History: Old Testament, vols. 1-4. (1876-1880) Reimpresión Grand Rapids por Eerdmans 1949. March, Daniel Night Scenes in the Bible Philadephia, Zeigler, McCurdy, (1868-1870).

Página na edição de 1958 (White)

438 Balaão
453 Apostasia no Jordão
462 A Lei Repetida
469 A Morte de Moisés
481 O Cruzamento do Jordão
487 A Queda de Jericó
499 Bênçãos e Maldições
505 Aliança Com os Gabaonitas
510 A Divisão de Canaã
521 As Últimas Palavras de Josué 
525 Dízimos e Oferendas 
530 O Cuidado de Deus Pelos Pobres
537 As Festas Anuais
543 Os Primeiros Juízes
560 Sansão

Página no tomo 3 (Edersheim)

11 Caráter e História de Balaão
23 O Fim de Balaão
33 O Segundo Censo de Israel
42 Morte e Sepultura de Moisés
53 A Milagrosa Divisão do Jordão
58 A Milagrosa Queda de Jericó
73 Bênção e Maldição Sobre Gerizim e Ebal
72 O Engano dos Gabaonitas
87 Divisão Final da Terra
96 Discurso de Despedida de Josué
33 Ordenanças dos Sacrifícios
105 Resumo do Livro dos Juízes
163 História de Sansão
[00:27, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Exemplos de como E. G. White copiou Patriarchs and Prophets de Bible History, Old Testament, Vols. 1-4 (Patriarcas e Profetas de História da Bíblia, Antigo Testamento), de Edersheim.

Livros escritos por Ellen White: Patriarchs and Prophets Mountain View, California, Pacific Press (1890, 1913).

Fonte que utilizou: Edersheim, Alfred Bible History: Old Testament, vols. 1-4. (1876-1880) Reimpresión Grand Rapids por Eerdmans 1949. March, Daniel Night Scenes in the Bible Philadephia, Zeigler, McCurdy, (1868-1870).

Página na edição de 1958 (White)

569 Em Menino Samuel
575 Eli e Seus Filhos
581 O Arca Tomada dos Filisteus
592 As Escolas dos Profetas
603 O Primeiro Rei de Israel
616 A Presunção de Saul
627 Saul Rejeitado
637 O Unção de David
643 David e Golias
649 David Fugitivo
660 Magnanimidade de David
675 Morte de Saul
683 Feitiçaria Antiga e Moderna
690 David em Ziclague
697 David Chamado ao Trono
703 O Reinado de David
717 O Pecado de David e Seu Arrependimento

Página no tomo 4 (Edersheim)

1 Nascimento de Samuel
10 O Pecado dos Filhos de Eli
16 Recuperação do Arca
26 A Administração de Samuel
26 A Demanda Por Um Rei
56 A Desobediência de Saul
56 A Rejeição de seu Reino
79 O Unção de David
79 Combate Entre David e Golias
94 Evasão de David a Onde Samuel
109 David e Jonatan
147 Morte de Saul
136 Saul... Pitonisa de Endor
136 Captura de Ziclague pelos Amalequitas
147 David Rei em Hebrom
163 David... Rei Sobretudo Israel
190 O Grande Pecado de David... Arrependimento
[00:27, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Em relação com a preparação de The Desire of Ages em particular, W. C. White diz: 

"Antes de escrever sobre a vida de Cristo, e até certo ponto durante o tempo em que escrevia, ela leu obras de Hanna, Fleetwood, Farrar, e Geikie. Nunca soube que lesse a Edersheim. Às vezes se referia a Andrews". De W. C. White para L. E. Froom, Janeiro, ???? Uma comparação entre The Desire of Ages (O Desejado de Todas as Nações) e as variadas vidas de Cristo disponíveis em seu tempo mostra que ela tomou material, mais ou menos [a cursiva foi adicionada] não só dos autores mencionados acima por W. C. White, senão também de March, Harris, e outros.”*
[00:27, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Adventist Review de 1980:

”Num artigo titulado "This I Believe About Ellen G. White" [Isto Creio A respeito de Ellen G. White], que apareceu no Adventist Review de Março 20, 1980, Neal Wilson informou à igreja a respeito do Comitê Rea [Glendale]. O relatório inicial indica que "em seus escritos, Ellen White usou fontes mais extensamente do que até agora nós tínhamos nos inteirado ou havíamos reconhecido..."
[00:27, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Ronald D. Graybill, tinha terminado uma comparação entre Ellen White e suas estreitas paráfrases de outro historiador, Merle D’aubigné.

”Não parece ter nenhum fato histórico objetivo no relatório da Sra. White de que ela não poderia ter adquirido nada das fontes literárias das quais bebia, exceto por um detalhe:... A impressão geral que este historiador obteve deste estudo é que sustenta o ponto principal de McAdams – que a narração histórica objetiva e terrenal está baseada na obra de historiadores, não em visões.
[00:27, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: *O mais cerca do que jamais estivemos desse tipo de reconhecimento foi de parte do filho, Willie White, (numa carta de Novembro de 1912): 

”Algumas vezes, quando escrevia os capítulos de The Great Controversy (O Grande Conflito), ela fazia uma descrição parcial de um importante evento histórico, e quando a copista que preparava os manuscritos para a tipografia perguntava a respeito de tempo e lugar, Mãe dizia que essas coisas eram registradas por historiadores conscientes, e que se inserissem as datas usadas por esses historiadores. Outras vezes, ao escrever o que se lhe tinha apresentado, Mãe encontrava em nossos livros denominacionais descrições tão perfeitas de eventos e apresentações de fatos e doutrinas que copiava as palavras destas autoridades.”
[00:28, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: McAdams, "Shifting Views," Spectrum 10, não. 4 (Outono 1971): 

”Efetivamente, há alguns parágrafos estreitamente parafraseados e outros parágrafos nos quais, ainda que as palavras de Ellen White sejam diferentes, é claro que ela está seguindo as idéias apresentadas por Hanna.”
[00:28, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Cottrell e Specht, "The Literary Relationship Between EGW and WH," pt. 1, p 5.

”No entanto, há numerosos casos de uma clara correlação literária, que provam concludentemente que Ellen White utilizou algumas das palavras, frases, idéias, e seqüências de pensamento alheias.”
[00:28, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: Donald R. McAdams, "Shifting Views of Inspiration", Spectrum 10, No. 4 (Março de 1980): 34. Aqui McAdams citação a "Ellen G. White and the Protestant Historians" [Ellen G. White e os Historiadores Protestantes], seu texto mecanografado sem publicar disponível em forma de fotocópia nos "centros de investigação" Adventistas (EGW Está, Biblioteca da Universidade de Andrews, e os Arquivos e Coleções Especiais da Biblioteca da Universidade de Loma Linda).:

”As porções históricas de The Great Controversy (O Grande Conflito) que examinei são compêndios e adaptações seletivas de historiadores. Ellen White não só tomava emprestados os parágrafos com os quais se esbarrava aqui e ali durante suas leituras, senão que em realidade seguia aos historiadores página depois de página, omitindo muito material, mas usando sua seqüência, algumas de suas idéias, e com freqüência suas palavras. Nos exemplos que examinei, não encontrei fatos históricos no texto dela que não estejam no texto deles. O rascunho escrito à mão sobre John Huss segue ao historiador tão de perto que nem sequer parece ter passado por uma etapa intermediária, senão mais bem próximo da página impressa do historiador que ao manuscrito da Sra. White, incluindo erros históricos e exortações morais.”
[00:28, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: McAdams, Spectrum 10, Não. 4 (Março de 1980), p. 34

”A impressão geral obtida deste estudo por este pesquisador é que apóia o ponto principal de McAdams - que a narrativa histórica objetiva e secular se baseou na obra de historiadores, não em visões.”
[00:28, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: De Vesta J. Farnsworth para Guy C. Jorgensen, 1 de Dezembro de 1921 , pp. 32-33.

”Anos mais tarde, quando se lhe apresentou a ela [EGW] o pensamento de que o uso que tinha feito das declarações dos historiadores se considerava uma infração dos direitos e interesses comerciais dos publicadores, ela deu instruções de que se fizessem correções, nas futuras edições de seus livros, dando pleno crédito por todas as citações.”
[00:28, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

”Que voz reconheceríeis como a voz de Deus? Que poder tem o Senhor em reserva para corrigir os vossos erros e mostrar-vos o rumo que levam?... Se recusais crer até que toda sombra de incerteza e toda possibilidade de dúvida tenha sido dissipada, nunca crereis. A dúvida que exige perfeito conhecimento nunca se renderá à fé. A fé descansa na evidência, não na demonstração. O Senhor requer que obedeçamos à voz do dever, ainda quando haja outras vozes por todas as partes ao nosso redor instando-nos a seguir um rumo diferente. Distinguir a voz que fala da parte de Deus requer uma séria atenção de nossa parte.”

Um problema aqui é que Daniel March havia escrito, anos antes, em seu livro Night Scenes in the Bible: 

”Não devemos adiar nossa obediência até que toda sombra de incerteza e toda possibilidade de erro tenham sido dissipadas. A dúvida que exige perfeito conhecimento nunca se renderá à fé, porque a fé descansa nas probabilidades, não na demonstração... Devemos obedecer à voz do dever ainda quando haja muitas outras vozes clamando contra ela, e requer-se uma séria atenção para distingui-la da que fala em nome de Deus.”
[00:28, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

James A. Wylie The History of Protestantism, 1876. (História do Protestantismo)

“Zurique está agradavelmente situada sobre as margens do lago com esse nome. Esta é uma nobre expansão de água, rodeada por bordas que se inclinam suavemente até acima, cobertas aqui por vinhedos e ali por bosques de pinho, dentre os quais aldeias e brancas vilas cintilam e animam o cenário, enquanto no horizonte distante se vêem o glaciar se combinando com as nuvens douradas. À direita, a região está cercada pelas escarpadas muralhas dos Alpes Brancos, mas as montanhas retrocedem da orla e, permitindo que a luz caia livremente sobre o regaço do lago e sobre a ampla curva de suas encantadoras e férteis margens, dão uma frescura e uma espaciosidade à cena que se vê desde a cidade, que contrasta notavelmente com o vizinho Lago de Zug, no qual as plácidas águas e a tranqüila margem parecem estar perpetuamente envoltas nas sombras das grandes montanhas.” 

ELLEN G WHITE (MS.29-1987) 

”Zurique está agradavelmente situada às margens do Lago Zurique. Esta é uma nobre extensão de água, rodeada por bordas que se inclinam até acima, cobertas por vinhedos e bosques de pinho, no meio dos quais cintilam aldeias e brancas vilas entre árvores e colinas cultivadas que lhe dão variedade e beleza à paisagem, enquanto no horizonte distante se vêem o glaciar combinando-se com as nuvens douradas. À direita, a região está cercada pelas escarpadas muralhas dos Alpes Brancos, mas as montanhas retrocedem da orla e, permitindo que a luz caia livremente sobre o regaço do lago e sobre a ampla curva de suas encantadoras e férteis margens, dão à paisagem uma beleza que não poderia igualar nem a pluma nem o pincel do artista. O vizinho lago de Zug tem um marcado contraste com o de Zurique. Suas plácidas águas e tranqüilas margens parecem estar perpetuamente envoltas nas sombras. [ms. 29-1887]”
[00:29, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

Livros Escritos por White: 

White, Ellen G. The Desire of Ages, Mountain View, California, Pacific Press, 1898. The Spirit of Prophecy, tomos 2-3, Mountain View, California, Pacific Press, 1877-1878.

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

Edersheim, Alfred Bible History, tomo I, (1876). Reimpressão, Grand Rapids Eerdmans 1949. The Life and Times of Jesus the Messiah, (1883). Reimpresión, Grand Rapids Eerdmans 1967. 

Farrar, Frederic W. The Life of Christ, New York, Dutton, 1877. 

Fleetwood, John The Life of Our Lord and Savior Jesus Christ, New Haven, Galpin, 1844. 

Geike, Cunningham The Life and Words of Christ, New York, Appleton, 1883. 

Hanna, William The Life of Christ, New York, American Tract Society. 

Harris, John The Great Teacher, 2nd ed., Amherst J. S. and C. Adams, 1836. The Great Teacher, 17th ed., Boston, Gould and Lincoln, 1870. 

March, Daniel Night Scenes in the Bible, Philadelphia, Zeigler, McCurdy. Walks and Homes of Jesus, Philadelphia, Presbyterian Pub. Committee, 1856.
[00:29, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Spirit of Prophecy, Tomo 2 
E. G. White 1877

”Cristo diz virtualmente: Nas margens do Jordão, os céus se abriram diante de mim, e o Espírito desceu sobre mim como pomba. Essa cena no Jordão não era senão um sinal para evidenciar que eu era o Filho de Deus. Se crerdes em mim como tal, vossa fé arderá mais intensamente, e vereis abrirem-se os céus, e nunca se fecharão. Eu os abri para vocês, e os anjos de Deus, que estão unidos comigo na reconciliação entre a terra e o céu, unindo aos crentes na terra com o Pai no alto, ascenderão, levando as orações dos precisados e os afligidos desde a terra até o Pai no alto, e descendo, trazendo bênçãos... para os filhos dos homens. Os anjos de Deus estão sempre se movendo para acima e para abaixo desde a terra até o céu, e desde o céu até a terra. Todos os milagres de Cristo foram levados a cabo a favor dos afligidos e os sofrimentos pelo poder de Deus através do ministério dos anjos. Cristo condescendeu a assumir a humanidade, e assim, une seus interesses com os caídos filhos e filhas de Adão aqui abaixo, enquanto sua divindade se asse do trono de Deus. E assim Cristo abre a comunicação entre o homem e Deus, e entre Deus e o homem.”

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

The Life of Christ 
William Hanna 1863

”Ouvistes... nas orlas do rio, os céus se abriram por um momento por em cima de minha cabeça, e se viu ao Espírito descer sobre mim como pomba. Essa não era senão um sinal. Crede o que esse sinal se propunha confirmar; crede em mim como o Cordeiro de Deus, o Salvador do mundo, o que batiza com o Espírito Santo, e vossos olhos de fé serão estimulados, e vereis aqueles céus permanecerem continuamente abertos sobre minha cabeça - abertos por mim para vocês; e aos anjos de Deus... que levam a cabo o bendito ministério de reconciliação entre a terra e o céu, entre ... os crentes abaixo e o Pai celestial acima... subindo e trazendo inumeráveis bênçãos, ascendendo e descendo sobre o Filho do homem.... Ver-me-eis nessa escada de toda engraçada comunicação entre a terra e o céu, fixando minha humanidade firmemente num extremo dessa escada à terra, em minha divindade no outro extremo dessa escada perdido entre os esplendores do trono.”
[00:29, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Spirit of Prophecy, Tomo 2
E. G. White 1877 

”A Festa dos Tabernáculos se celebrava para comemorar o tempo em que os hebreus habitaram em lojas durante a peregrinação no deserto. Enquanto durava este grande festival, ao povo se lhe requeria que deixasse suas casas e vivesse em choupanas feitas de ramos verdes de pinheiro ou palmeira. Estas frondosas estruturas se erigiriam algumas vezes sobre os tetos das casas, e nas ruas, nos vales, e ao longo das ladeiras. Dispersas em todas as direções, estes verdes acampamentos apresentavam um aspecto muito pitoresco. A festa durava uma semana, e durante todo esse tempo o templo era uma cena festiva de grande regozijo.”

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

Night Scenes in the Bible 
Daniel March 1868 – 1870 

”Por sete dias consecutivos, Jerusalém estava atestada de milhares de fiéis em Israel... Viviam em choupanas ou tabernáculos de ramos verdes, construídas sobre os tetos das casas, nas ruas e vagas públicas, nos pátios do templo e das casas privadas, e para acima e para abaixo nos vales e ladeiras além dos muros da cidade. Todo o Morro Sião... estava tão espessamente sombreado por ramos verdes que à distância semelhava um bosque de palmas e pinheiros, de oliveiras e de mirtos. Sete dias estavam consagrados...”
[00:29, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Desire of Ages 
Ellen G. White 1898. 

”Assim, Cristo levantou seu tabernáculo em meio de nosso acampamento humano. Armou sua loja ao lado das lojas dos homens, para que pudesse morar entre nós, e familiarizar-nos com seu divino caráter e sua vida.”

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

The Great Teacher 
John Harris 1836, (1870 ea.) 

”Vinho e levantou seu tabernáculo em meio do acampamento humano, armou sua loja ao lado das lojas nossas, para atestar a presença de Deus, familiarizar-nos com seu caráter, e fazer-nos sensíveis a seu amor.”
[00:29, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Desire of Ages 
Ellen G. White 1898. 

”Seria bom que passássemos uma hora, cada dia, contemplando pensativos a vida de Cristo. Deveríamos considerá-la ponto por ponto, e deixar que a imaginação capte cada cena, especialmente as finais. Ao deter-nos em seu grande sacrifício por nós, nossa confiança nele será mais constante, nosso amor será estimulado, e estaremos mais profundamente imbuídos de seu espírito.”

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

Walks and Homes of Jesus 
Daniel March 1856 

”No entanto, nos faria muito bem passar revista, com freqüência e solenemente, às cenas finais da vida terrenal do Salvador... Aprenderemos muitas saudáveis lições recordando e passando uma hora, pensativos num esforço por fortalecer nossa fé e estimular nosso amor ao pé da cruz.”
[00:30, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Desire of Ages 
Ellen G. White 1898. 

"De verdadeiro, de verdade vos digo: De aqui em adiante vereis o céu aberto, e aos anjos de Deus que sobem e descem sobre o Filho do Homem”. Aqui Cristo diz virtualmente: Na orla do Jordão, os céus se abriram, e o Espírito desceu como pomba sobre mim. Essa cena não era senão um sinal de que eu sou o Filho de Deus. Se vocês crêem em mim como tal, vossa fé arderá mais intensamente. Vereis que os céus estão abertos, e que nunca se têm de fechar. Eu os abri para vocês. Os anjos de Deus estão ascendendo e descendo, trazendo bênçãos e esperança, valor, ajuda, e vida, aos filhos dos homens. [143] Ao tomar sobre si a humanidade, nosso Salvador une seus interesses aos dos caídos filhos e filhas de Adão, enquanto por meio de sua divindade Ele se asse do trono de Deus. E assim Cristo é o meio de comunicação entre os homens e Deus, e entre Deus e os homens.”

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

The Life of Christ 
William Hanna 1863

"De verdadeiro, de verdade vos digo: De aqui em adiante, ou mais bem desde este momento em adiante, vereis o céu aberto, e aos anjos de Deus que sobem e descem sobre o Filho do Homem. Ouvistes que faz umas poucas semanas nas orlas do rio, os céus se abriram por um momento sobre minha cabeça, e se viu ao Espírito vindo sobre mim como pomba. Essa não era senão um sinal. Crede o que esse sinal se propunha confirmar; crede em mim como o Cordeiro de Deus, o Salvador do mundo, o que batiza com o Espírito Santo, e o olho de vossa fé será estimulado, e vereis esses céus abertos continuamente sobre minha cabeça - abertos por mim para vocês; e aos anjos de Deus - todos os seres e todas as coisas que levam a cabo o bendito ministério de reconciliação entre a terra e o céu... ascendendo e descendo sobre o Filho do Homem.... Me vereis nessa escada de toda engraçada comunicação entre a terra e o céu, minha humanidade fixando firmemente na terra um extremo dessa escada perdida em meio dos esplendores do trono."
[00:30, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

White, Ellen G. 

The Acts of the Apostles 
Mountain View, California, Pacific Press, 1911. 

The Spirit of Prophecy, vol 3.
Battle Creek, SDA Publishing Assn., 1878

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

Conybeare, W. J/. Howson, J. S. 
The Life and Epistles of the Apostle Paul 
New York, Crowell, 1852. 

Harris, John   
The Great Teacher, 2nd. edit.
 Amherst, J. S. e C. Adams, 1836.   
The Great Teacher, 17th. ed. 
Boston Gould and Lincoln, 1870.   

March, Daniel   
From Dark to Dawn 
Philadelphia, J. C. McCurdy & Co., 1878.   
Night Scenes in the Bible 
Philadelphia, Zeigler, McCurdy (1868-1870).   
Walks and Homes of Jesus 
Philadelphia, Presbyterian Pub. Committee, 1856.
[00:30, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Spirit of Prophecy, Vol. 3. Ellen G. White 1878.

”Alugaram testemunhas falsas para testemunhar que o tinham ouvido falar palavras blasfemas contra o templo e contra a lei. Requereu-se-lhe às testemunhas que tinham acusado a Estevão que arrojassem as primeiras pedras. Estas pessoas puseram suas roupas aos pés de Saulo... O martírio de Estevão causou uma profunda impressão em todos os que o presenciaram... [300] Seu zelo [o de Paulo] por levar adiante a perseguição aterrorizava aos cristãos em Jerusalém. As autoridades romanas não fizeram nenhum esforço especial para deter a cruel obra... Ele não foi membro do concílio do Sanedrín senão até depois a morte de Estevão, quando foi eleito para ser membro desse corpo em consideração do papel em que tinha atuado nessa ocasião. A educação rabínica e farisaica de Paulo agora teria de ser usada em boa conta pregando o evangelho e sustentando a causa para destruir a qual tinha uma vez feito todos os esforços.”

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

The Life and Epistles of the Apostle Paul W. J. Conybeare/J. S. Howson 1852.

”E as testemunhas (que, de acordo com a Lei, requeria-se que arrojassem as primeiras pedras) despojaram-se de suas vestimentas exteriores e as puseram aos pés de Saulo... [75] E é evidente ... quão profunda impressão tinha causado em sua [a de Paulo memória a morte de Estevão... [80] Não parece que as autoridades romanas os restringissem em modo algum... Há fortes razões para crer que, se não era membro do Sanedrín ao tempo da morte de Estevão, foi eleito membro do poderoso senado pouco depois - possivelmente como recompensa pelo zelo que tinha demonstrado contra os hereges. Sua educação rabínica e farisaica agora era usada para sustentar a causa que tinha vindo destruir.”
[00:30, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Acts of the Apostles 
E. G. White 1911.

”A igreja é a fortaleza de Deus, sua cidade de refúgio, que ele tem num mundo rebelde. Qualquer traição à igreja é traição contra Aquele que comprou à humanidade com o sangue de seu Filho Unigênito... Ele enviou a seus anjos para ministrar a sua igreja, e as portas do inferno não puderam prevalecer contra seu povo. Por débil e defeituosa que seja, a igreja é o único objeto ao qual Deus confere seu supremo cuidado. É o palco de sua graça, no qual se deleita revelar seu poder para transformar os corações. Não podia usar os reinos do mundo como comparação. Na sociedade, não encontrou nada com o que compará-lo. Os reinos da terra governam pelo domínio do poder físico; mas toda arma carnal, todo instrumento de coação está desterrado do reino de Cristo. edro foi confinado a uma cela lavrada na rocha cujas portas tinham gordos ferrolhos e barrotes; e os soldados de guarda foram fatos responsáveis pela vigilância dos prisioneiros... Mas os ferrolhos e os barrotes... só fariam mais completo o triunfo de Deus na libertação de Pedro.” 

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

The Great Teacher 
John Harris 1836 (edit. de 1870)

”Ele decidiu que a igreja seja seu próprio pecúlio; é a única fortaleza que ele tem num mundo em rebeldia... de maneira que, abrir suas portas para dar entrada a qualquer dos rebeldes, por especioso que seja o pretexto, é traição à mais sagrada confiança, e traição à grande causa de Cristo. Mas a igreja de Cristo, por débil e defeituosa que seja, é o único objeto sobre a terra ao qual confere seu supremo cuidado... É o palco de sua graça, no qual faz experimentos de misericórdia sobre os corações humanos, e efetua transformações. Porque, enquanto alguma figura monstruosa, de ferocidade e poder brutos, considerava-se símbolo apropriado de cada monarquia precedente... enquanto eles prevaleciam pelo domínio do poder físico, toda arma carnal e todo instrumento de coação deveria ser desterrado de seu reino...”

Night Scenes in the Bible 
Daniel March 1868-1870.

”Dezesseis soldados armados, todos os quais respondiam com suas vidas pela vigilância, e uma cela feita de rocha maciça, e duas correntes e três portas vigiadas e aparelhadas de ferrolhos... demonstram-nos que o poder empregado na defesa da religião de Jesus é maior que os exércitos dos reis.”
[00:30, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

White, Ellen G. 

The Great Controversy (O Grande Conflito), Mountain View, Calif., Pacific Press, 1911. 

The Spirit of Prophecy, tomo 4. Oakland, Calif., Pacific Press, 1884.

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS
Andrews, J. N. 
History of the Sabbath, 
Battle Creek, Steam Press, 1862.   

March, Daniel 
Night Scenes in the Bible, 
Philadelphia, Zeigler, McCurdy, (1868-1870). 
Walks and Homes of Jesus, 
Philadelphia, Presbyterian Pub. Committee, 1856.   

Merle d'Aubigne, J. H. 
History of the Reformation, tomo 4, lib. 9, 
Glasgow and London, Collins, 1841.   

Smith, Uriah 
The Sanctuary, 
Battle Creek, Steam Press, 1877.   

White, James 
Sketches of the Christian Life and Public Labors of William Miller, 
Battle Creek, Steam Press, 1875.   

Wylie, J. A. 
History of the Waldenses, 
London, Cassell, Petter & Galpin, sem data.
[00:30, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

White, Ellen G. 
Christ´s Object Lessons, 1900. 
Counsels on Stewardship, 1940. 
Counsels to Teachers, 1913. 
Education (Educação), 1903. 
Evangelism, 1946. 
Fundamentals of Christian Education (Educação), 1923. 
Gospel Workers, 1915. 
Great Controversy (O Grande Conflito), 1884, 1886, 1911. 
Messages to Young People, 1930. 
The Ministry of Healing, 1905. 
My Life Today, 1952. 
Patriarchs and Prophets, 1890, 1913. 
Prophets and Kings, 1916. 
Selected Messages, Vols. 1-3, 1958-1980. 
Sons and Daughters of God, 1955. 
Spirit of Prophecy, Vol. 4, 1884. 
Steps to Christ, 1892. 
Testimonies to Ministers, 1923. 
Testimonies to the Church, Vols. 1-9, 1868-1909. 
Thoughts from the Mount of Blessing, 1896.

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

Andrews, J[ohn] N[evins] 
History of the Sabbath, Battle Creek, 
SDA Pub. Assn. 1862. 

Broadman, William E. 
The Higher Christian Life, Boston, Hoyt, 1871. 

Couves, L[arkin] B. 
Philosophy of Health, Boston, Ticknor, Reed & Fields, 1853. 

Edersheim, Alfred Elisha the Prophet, London, Religious Tract Society, 1882. 

Gordon, Adoniram Judson 
The Ministry of Healing, London, Revell, 1882. 

Harris, John Mammon, 
New York, American Tract Society, 1836. 
The Great Teacher, 2dá. edit., Amhurst, 
J. S. and C. Adams, 1836. 
The Great Teacher, 17a. edit., Boston, 
Gould and Lincoln, 1870. 

Kirk, Edward N. 
Lectures on the Parables of Our Saviour, New York, Trow, 1856.

Krummacher, F. W. 
Elijah the Tishbite, London, Nelson, 1848. 

March, Daniel 
Home Life in the Bible, Philadelphia, Ziegler & McCurdy, 1873. 
Night Scenes in the Bible Philadelphia, Ziegler & McCurdy, 1868-1870. 
Our Father´s House, Philadelphia, Ziegler & McCurdy, 1871. 
Walks and Homes of Jesus Philadelphia, Presbyterian Pub. Committee, 1856. 

Melvill, Henry 
Sermons, Volume I & II, London, Francis & John Rivington, 1846, 1851. 

Miller, Eli Peck 
The Cause of Exhausted Vitality, Boston, E. P. Woodward & Co., 1867. 

Nichols, Francis Davis, Edit. 
The S. D. A. Bible Commentary, Washington, D. C., Review & Herald Pub., 7 Vol., 1953-57. 

Smith, Hanna W. 
The Christian´s Secret of a Happy Life, Old Tappan, N. J., Revell, 1883 (1971 edit.) 

Stowe, Calvin 
Origin & History of Books of the Bible, Hartford, Conn., Hartford Publishing Co., 1868. 

Taylor, William M. 
The Parables of Our Saviour, New York, Hodder & Streghton, 1886. 

Underwood, Almon 
Millennial Experiences, or God´s Will Known & Doe, Boston, Henry Hoyt, 1860. 

White, James 
Life Incidents, Battle Creek, Steam Press, 1868. Life Sketches, Ancestry, Early Life, Christian Experience and Extensive Labors, of Elder Tiago White, and His Wife, Mrs. Ellen G. White, Battle Creek, Steam Press, 1880. Sketches of the Christian Life and Public Labors of William Miller, Battle Creek, Steam Press, 1875.
[00:31, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

Prophets and Kings (Profetas e Reis) 
E. G. White 1916.

Estarei colocando somente as páginas para que não fique tão extensa está parte.

Pgs. 119, 120, 121, 124, 127, 128, 139, 140, 141, 142, 143, 144, 147, 149, 150, 152, 155, 156, 158, 159, 161, 162, 165, 217, 218, 219, 220, 222, 370, 522, 523, 524, 531

The Ministry of Healing 
Ellen G. White 1905.

Pg. 471

Messages to Young People 
Ellen G. White 1930.

Pg. 103

Thoughts from the Mount of Blessing 
Ellen G. White 1896 (edit. de 1956)

Pg. 44

Selected Messages, Vol. I 
Ellen G. White 1958.

Pgs, 19, 21

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

Night Scenes in the Bible 
Daniel March 1868-1870.

Pgs. 193, 196, 197, 198, 200, 205, 206, 207

Eliha the Tishbite 
F. W. Krummacher 1848.

Pgs. 63, 64, 6667, 68

Night Scenes in the Bible 
Daniel March 1868-1870.

Pgs. 190, 191, 208, 209, 210, 211, 212, 213, 214, 216,  

Elisha the Prophet
Alfred Edersheim 1882.

Pgs. 5, 6, 7, 9, 11, 17

The Great Teacher 
John Harris 1836.

Pg. 71

Night Scenes in the Bible 
Daniel March 1868-1870.

Pgs. 290, 291, 292, 293, 297, 299

The Christian´s Secret of a Happy Life 
Hanna W. Smith, 1883. (8a. edit., 1971).

Pg. 24

Our Father´s House 
Daniel March 1871.

Pg. 255


Night Scenes in the Bible 
Daniel March 1868-1870.

Pg. 336

Origin and History of the Books of the Bible 
Calvin E. Stowe 1868.

Pgs.13, 17, 19
[00:31, 6/1/2019] +55 11 99747-8659: MAIS INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TEXTOS DE OUTROS AUTORES POR ELLEN G WHITE

The Great Controversy (O Grande Conflito) 
E. G. White 1888 (edit. de 1911)

Pgs. 317, 318, 319, 320, 324, 325, 326, 327, 329, 330, 355, 356, 360, 361, 381, 384, 386, 394, 395, 398, 399, 400, 401, 404, 408, 409

FONTE DE ONDE FORAM COMPILADOS

Life Incidents
Tiago White 1868 

Pgs. 28, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 38, 49, 50, 52, 53, 54, 55, 56, 57, 60, 160, 161, 162, 163, 164, 165, 168, 170, 171, 178, 182, 183, 185, 192, 203, 216, 217, 219, 220, 222, 223, 227, 230, 235, 239

2 comentários:

  1. E isso daí é só um esboço! Imagina se pegar o Relatório Veltman e os dados de "Nuvem Branca"!!!

    ResponderExcluir
  2. Em tempo: fui adventista e Obreiro Evangelista por 18 anos. Mesmo tendo levado mais de mil almas para a igreja, através do Batismo, quando fui contestar a mulher que roubava livros fui expulso.

    ResponderExcluir